Comida vs Celulite

Olá a todas! :D

Estive um pouco ausente nestes últimos dias (fruto das festas aqui da terra) e senti-me tão culpada que até sonhei com o blog. Por isso, tive mesmo que vir aqui fazer um novo post, até mesmo porque era necessário completar a informação do post anterior.

No post de hoje vou falar sobre a possibilidade de reduzir o aspecto casca de laranja provocado pela celulite através da adopção de hábitos alimentares que ajudam especificamente no combate a este monstrinho.

Para começar, e falando primeiramente no que é mais óbvio, evitar o excesso de peso é a primeira forma de evitar a celulite. Estando esta condição directamente ligada à disposição e morfologia do tecido adiposo, ter o peso corporal na zona saudável é uma excelente forma de prevenção.

Evitar a ingestão de gorduras saturadas e de açúcares, que facilmente são transformados em tecido adiposo, bem como privilegiar a ingestão de alimentos ricos em fibras, hidratos de carbono de absorção lenta (como farinhas integrais, frutas e vegetais) e gorduras não saturadas (ómegas 3, 6 e 9).

Se a celulite depende também da retenção de líquidos feita pelo organismo, uma outra forma de a prevenir e ajudar a combater é BEBER MUUUUITA AGUINHA! Para além de hidratar o corpo e a pele, a água ajuda o organismo a funcionar devidamente e a limpar os resíduos; ajuda, por exemplo, a limpar o sistema urinário, evitando infecções, e a limpar o sistema digestivo, ajudando em problemas de prisão de ventre, que pioram a celulite.

Os refrigerantes, o álcool e o café também são inimigos de quem quer combater a celulite, como tal, convém não abusar nada de nenhuma destas bebidas.

Quanto às proteínas, uma excelente forma de prevenir ou combater a celulite é optar por ingerir fontes magras destes nutrientes, nomeadamente ovos, carnes brancas e peixes, evitando as carnes vermelhas, mais ricas em gordura do que as carnes brancas.

O iodo é essencial para o bom funcionamento da glândula tiroideia, que produz hormonas que estão directamente relacionadas com a regulação do peso corporal e com o metabolismo dos ácidos gordos. Introduzir alimentos ricos em iodo é, portanto, uma forma de reduzir a celulite.

Relativamente ao momento de cozinhar, há que evitar utilizar demasiadas gorduras, dando prioridade ao azeite! Não cozinhar molhos e reduzir drasticamente a utilização do sal (que contribui para a retenção de líquidos) são também duas formas de ajudar a destruir a celulite.

No que toca ao momento em que comemos, há que comer devagar, pausadamente, mastigar bem os alimentos e desfrutar de cada refeição. Ter em atenção não só a qualidade mas também a quantidade dos alimentos é muito importante para uma alimentação equilibrada.

Alimentos vs Celulite


Alga de Dulse: é rica em potássio e sódio, tendo maior quantidade do primeiro mineral do que do segundo. Estes minerais interagem entre si para o equilíbrio hídrico do organismo. A maior quantidade de potássio relativamente ao sódio ajuda a reduzir o edema da celulite e ainda a baixar a pressão arterial, protege os vasos sanguíneos e promove a diurese.

Pimenta de Caiena: é anti-inflamatório, vasodilatador e termogénico (aumenta a temperatura corporal, obrigando o organismo a gastar energia para reequilibrar a temperatura); estimula o metabolismo sem causar ansiedade ou aumentar a pressão arterial; contém anti-oxidantes e, também, potássio.

Ananás: contém bromelaína, uma enzina natural que actua como anti-inflamatório, diurético, activador de digestão e estimulante da função intestinal.

Frutos vermelhos: têm alto teor em anti-oxidantes muito potentes, associado a um muito baixo valor calórico (para além de terem um sabor envolvente e delicioso).

Nozes: contêm arginina (que é um aminoácido essencial que leva à produção de óxido nítrico, um potente vasodilatador) e ácidos gordos essenciais; actua também como anti-inflamatório.

Clara de ovo: muito rica em proteína (albumina), associada a pouca gordura; combate a flacidez e confere um efeito tensor à pele.

Cereais Integrais - Aveia: contém beta-glucanos, que são protectores e estimulantes do sistema imunitário, para além de ter um alto teor em sicílio, que tem uma acção benéfica bastante visível na pele.

Cavalinha: é dos produtos alimentares mais ricos em sicílio, é um oligoelemento remineralizador, com acção regeneradora e restruturadora da pele.

Citrinos: são ricos em vitamina C, que estimula a produção de colagénio (muito importante no combate à flacidez da pele), e são ricos em fibra solúvel, fundamental para a boa saúde da flora intestinal.

Probióticos: beber muita água e ainda infusões (por exemplo, de alcachofra, pau d'arco, funcho, folhas de abacate, rooibos, urtiga, limão, chá verde ou frutos vermelhos).


Boost your eating, Boost your Ego!




Beijinhos,
Sofia Ro ;)

Sem comentários:

Enviar um comentário